A Natação para o desenvolvimento infantil

aqua1

Desde a Grécia Antiga, os homens praticam a natação em benefício do corpo. As regras e os estilos para a competição (crawl , borboleta, peito e costas) surgiram na Inglaterra, no século 19. Considerado um dos esportes mais completos e saudáveis, pois trabalha com diversos grupos musculares e articulações do corpo, a natação beneficia a função pulmonar e o sistema cardíaco. A modalidade ainda proporciona perda calórica e equilíbrio muscular, e ajuda a recuperar lesões. É indicada para todas as idades e biótipos.

A Aquasport é especializada em Natação e conta com um time de professores experientes, que buscam a melhora individual de cada aluno; seja nos treinos Master, na Hidroginástica, na Natação Infantil e Adulto e com a turma da Melhor Idade. Professora de Educação Física, Denise Coelho Caierão, especializada em Natação Infantil, destaca a importância do esporte no crescimento e desenvolvimento da criança, e fala dos excelentes resultados que obteve ao inserir o aspecto lúdico no ensino da água:

“O desenvolvimento da personalidade da criança merece, atualmente, uma atenção especial dos pais e dos professores. A criança sofre mudanças no seu organismo durante o processo de crescimento, tais como: comportamento motor, afetividade, apren-dizagem, percepção etc. É preciso respeitar o desenvolvimento de habilidades básicas das crianças, pois, se isso não for privilegiado, é provável que ela enfrente dificuldades para combinar habilidades, de forma mais eficiente, e adquirir outras mais complexas.

A natação infantil certamente é o primeiro instrumento, e o mais eficaz, de aplicação da Educação Física no ser humano, bem como ótimo elemento para iniciar a criança na aprendizagem organizada, auxiliando também no desenvolvimento psicomotor e no processo de maturação. Quando falamos em natação e os benefícios que essa prática traz para o desenvolvimento infantil, devemos ter consciência de que o processo pedagógico do ‘ensinar a nadar’ deve ser respeitado em suas fases. Como primeira fase, e talvez a mais importante, destaca-se a adaptação ao meio líquido, que deve ser orientada para que a criança experimente e vivencie habilidades de estabilidade postural, para proporcionar um domínio de movimentos corporais que levam à ótimas condições para uma boa respiração dentro d’água. Se neste momento a criança for estimulada e motivada, ela passa pelas outras fases do ensino com uma ampla gama de habilidades, tornando a apren-dizagem mais interessante e desafiadora.

Ao tratarmos da natação infantil, não podemos esquecer um componente fundamental no processo de aprendizagem: o LÚDICO. A abordagem do lúdico em aulas de natação infantil é essencial, pois ela gera manifestações positivas que estimulam a criatividade, a espontaneidade, o prazer, a afetividade, entre outras coisas boas. O lúdico não deve ser inserido nas atividades aquáticas somente como um meio para alcançar determinado objetivo dentro do processo ensino-aprendizagem dos nados, mas, inserido nas aulas como elemento básico motivador do aprendizado. O lúdico estabelece o vínculo entre o professor e aluno, construindo laços afetivos, num relacionamento de confiança para proporcionar segurança e conforto nas atividades aquáticas. A natação contribui para o desenvolvimento em nível motor, psíquico e social. É um esporte considerado completo, pois trabalha todos os mecanismos fisiológicos, como capacidade respiratória e sistema cardiovascular; tem papel fundamental na formação da personalidade e inteligência das crianças, além de ser um esporte que não tem idade para começar nem parar de nadar.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.